Notícias

Organizações a trabalhar em Moçambique na área da pequena infância reúnem para partilha de boas práticas

Antecedendo os trabalhos do III Fórum Provincial Juntos pela Criança, a comissão organizadora do evento (Diocese de Lichinga, Leigos para o Desenvolvimento e Fundação Fé e Cooperação) entendeu criar um momento específico para que as Organizações da Sociedade Civil (OSC) que desenvolvem projetos na área da pequena infância em Moçambique pudessem partilhar as suas intervenções.

Nesse sentido, no passado dia 4 de setembro, na cidade de Lichinga, teve lugar uma reunião que contou com a presença de várias OSC das províncias da zona Norte: Niassa, Nampula, Cabo Delgado, uma OSC de Maputo, um representante da Rede de Desenvolvimento para a Primeira Infância (RDPI) e ainda com o responsável pela área da criança da Direção Provincial do Género, Criança e Ação Social do Niassa.

O encontro teve como objetivo principal a partilha de boas práticas das OSC presentes, a promoção do debate sobre os sucessos e dificuldades encontradas ao longo do seu trabalho nesta área de modo a potenciar novas intervenções e se possível a articulação das mesmas.

Durante as apresentações e posterior debate, que decorreram num ambiente descontraído, os vários participantes foram manifestando os seus pontos de vista e preocupações. Décimo Banze, representante da RDPI reforçou “a necessidade de trabalharmos em rede, pois juntos somos mais fortes”. António Casmo, da ONGD Helpo apontou como um grande desafio “a da falta de legislação nesta área” e Érica Rei, da Associação de Defesa do Património de Mértola salientou “a importância desta partilha de conhecimentos e da unificação de esforços em prol em prol do trabalho com as crianças e da educação pré-escolar”.

Intervencao Neuza Chope Associacao Khandlelo

Na sequência dos trabalhos realizados, foram apontadas como principais prioridades para o DPI (Desenvolvimento da Primeira Infância), as seguintes: integração do DPI na agenda nacional e definição de um plano estratégico operacionalizável, sensibilização de pais, encarregados de educação e comunidades para a importância do DPI e da educação pré-escolar e a criação de legislação clara sobre o DPI.

As prioridades definidas são transversais a todas as entidades presentes na reunião, que representam de forma significativa o trabalho realizado no âmbito do DPI a nível nacional.

A iniciativa teve lugar no âmbito do projeto Othukumana II, parceria entre os Leigos para o Desenvolvimento, a Fundação Fé e Cooperação e a Diocese de Lichinga, e financiado pela Misereor/Kindermissionwerk.