Notícias

Grupo Comunitário do Bairro da Graça visita entidades do Grupo

Desde o passado dia 25 de Junho de 2018 que a Coordenação do Grupo Comunitário do Bairro da Graça está a visitar as 43 entidades que compõem o grupo. Há já algum tempo que estas visitas eram desejadas e após uma reunião de coordenação, onde foi feita a reflexão do trabalho do primeiro semestre do ano, os cinco elementos da coordenação iniciaram este trabalho.

Têm sido, acima de tudo, lugares de encontro para reflexão do trabalho desenvolvido ao longo dos sete anos de existência do grupo, bem como um espaço para redefinir o que se deseja para o futuro.

Visitas Coordenacao do Grupo Comunitario

Estas visitas têm possibilitado também que as direcções/coordenações/proprietários de cada um das entidades se pronunciem sobre aquilo que são as suas necessidades e como é que o grupo pode ajudar a colmatar.

Como fruto destas visitas o Grupo Comunitário já possibilitou que a necessidade apontada pela entidade Jovens em Busca da Solidariedade, de encontrar um espaço para a realização dos seus trabalhos, fosse resolvida com a colaboração do Colégio Buéia e Filhos, também entidade do grupo, facilitando o empréstimo das suas instalações.

No decorrer das visitas, a falta de formação dos colaboradores foi a necessidade mais vezes apontada pelas direções/coordenações e, desta forma, a coordenação já iniciou caminho de modo a dar resposta a esta necessidade, com a implementação de formações mais específicas para cada entidade. Para isto acontecer a coordenação expressará este pedido às entidades do grupo, tais como, o Centro Juvenil da Graça, o Instituto Superior Politécnico Jean Piaget, as Aldeias SOS, entidades pertencentes ao grupo, mas também a entidades externas que já apoiam o grupo com formações.

Nas seis Igrejas e treze Entidades de Educação, que compõem o grupo, esta tem sido a oportunidade de reforçar a realização das palestras e sensibilizações pelos subgrupos de trabalho sobre Saúde e Saneamento, mas também de definir novos temas para o futuro, tais como, os Direitos Humanos. Nestes encontros foi feita uma reflexão sobre o que já fora realizado e aquilo que é possível trazer de novo às palestras e sensibilizações.

É um trabalho exigente, o que tem vindo a ser realizado, mas só com uma escuta ativa e com encontros de modo a promover a colaboração entre os vários intervenientes do grupo, é que será possível dar continuidade ao trabalho pelo crescimento da comunidade do Bairro da Graça, fim último do grupo.

Os trabalhos do Grupo Comunitário da Graça têm sido apoiados pelo Camões, Instituto da Cooperação e da Língua, pela Fundação Misereor, no âmbito da implementação do projeto “GPS da Governança Local” – Gestão, Planeamento e Sustentabilidade”.