Notícias

Início da produção de sabão artesanal em Ponta Baleia

O dia 9 de Agosto ficou marcado na comunidade de Ponta Baleia, em São Tomé e Príncipe, pela produção das primeiras barras de sabão artesanal, graças ao esforço de um grupo de 6 mulheres, que decidiram juntar-se e criar o seu próprio negócio.

Este grupo empreendedor surgiu no seio do Grupo de Mulheres “Trabá só cá dá tê”, acompanhado pelos Leigos para o Desenvolvimento, onde tiveram oportunidade de realizar vários workshops de aprendizagem de novas competências, desde fazer sabão artesanal a trabalhar com máquinas de costura. Atualmente, começa a surgir entre os membros do grupo a vontade de fazer algo mais com os conhecimentos adquiridos dando largas ao seu empreendedorismo.

Assim, o negócio de sabão artesanal foi o primeiro a surgir, fruto da motivação destas 6 mulheres que o identificaram como o mais adequado ao seu contexto e à comunidade onde habitam. Para elas, é um orgulho terem aprendido a produzir sabão e tornarem-no numa fonte de rendimento para si e para as suas famílias.

producao de sabao em Ponta Baleia

A própria comunidade começa a ver os frutos desta produção local, beneficiando dos preços mais baixos, comparando com o sabão comprado na cidade capital. As primeiras críticas são bastante positivas para o novo produto. Diz-se que este sabão “lava bem”, “faz muita espuma” e “deixa bom cheiro na roupa”.

Espera-se que este seja o primeiro de uma série de novos negócios a beneficiarem as comunidades de Ponta Baleia, Vila Malanza e Porto Alegre e, acima de tudo, dignificar o trabalho e o papel das mulheres nesta sociedade.