Pontos TAP

Campanhas

Frontpage Slideshow | Copyright © 2006-2011 JoomlaWorks Ltd.

Testemunhos

Joana Antunes
Uma vez por ano, os gestores de projeto das missões dos Leigos para o Desenvolvimento visitam o terreno. É um tempo muito rico para todos, no qual os gestores de projeto estão nas comunidades locais, nos projetos e connosco, as comunidades LD.
Rita Marques
Sempre gostei de padrões.África tem sido um belo padrão na minha vida… Há dois meses Benguela é o padrão nos meus dias. Padrões que abraçam pessoas, objetos e momentos. O primeiro dos dias vem da voz do moço da Hiace. Não falha: 6h é a hora de acordar com o chamamento daqueles que querem fazer caminho até ao Bairro da Graça. Os outros vão surgindo no decorrer dos dias, fazendo lembrar o tanto que Deus dá.
Marisa Queirós
“Não há verde como em São Tomé…”, recordava a doce Ana com a felicidade de ter estado em missão pelos Leigos para o Desenvolvimento nesta terra de encantos verdes.Há muitos verdes em São Tomé. Verde intenso cor da natureza bruta, verde dourado espelho do sol, verde prata da chuva que suaviza, verde mesclado no azul sereno do mar, verde com sonhos de esperança...
Filipe Gonçalves
Cerca de dois meses passaram desde que eu juntamente com mais 6 voluntários LD rumámos a São Tomé, para ficarmos pelo menos durante um ano, como voluntários missionários, membros desta família Leigos para o Desenvolvimento. E que grande felicidade é fazer parte desta família, que dá de graça e recebe a graça do amor.
Gonçalo Pedro
No passado dia 10 de setembro, ainda em Coimbra e antes de partir para Lisboa para a Missa de Envio, consegui pôr de lado toda a azáfama típica daquele dia, deixei os meus pais mais um tempinho à espera no carro e sentei-me 5 minutos. Abri uma folha e comecei a escrever o meu compromisso, que me tinha sido pedido para entregar no Ofertório daí a umas horas.
Madalena Perloiro
É quinta-feira, dia de ensaio de coro. 13h30, hora de sair de casa, pois de Malanza a Porto Alegre são 30 minutos de caminho.
Teresa Cruz
Foi-me pedido vir para aqui, para Benguela, em Angola, vestir esta camisola à Sua medida e com marca de água dos Leigos para o Desenvolvimento. Dei por mim com receio que não me servisse, por haver risco de me ficar justa na cintura larga do meu ego ou por ficar larga no colarinho da minha falsa humildade.
Constança Nunes
Para os Leigos para o Desenvolvimento, a partilha e a vida comunitária constituem um pilar do nosso estilo próprio de viver em missão. Não só caracteriza a nossa maneira de estar e viver, como também reflete o modelo de desenvolvimento que promovemos, no qual a coesão social assenta na capacidade de construir «comunidade», valorizando a diferença entre indivíduos, culturas e religiões.

Notícias

Foi com toda a pompa e circunstância que as crianças que ao longo do último ano frequentaram o Espaço Criança (EC), um centro de ocupação de tempos livres no Bairro da Graça em Benguela, encerraram o ano! O passado dia 23 de novembro foi um dia que certamente ficará na memória destas crianças. Este foi um dia diferente: o dia de ir ao Parque Infantil da Catumbela.
Foi com grande alegria e satisfação que as mulheres do grupo Trabá só cá dá tê ("Só quem trabalha tem", em forro santomense) receberam os certificados das formações que frequentaram ao longo do ano, em áreas tão distintas como a costura, renda/crochet, produção de sabão artesanal e fabrico de bolo pintado.
Durante o ano letivo de 2017, decorreram nas 3 Escolas Secundárias de Cuamba (Escola Secundária Pe. Eugénio Menegon, Escola Secundária de Cuamba e Escola Secundária de Maganga) várias acções de sensibilização do projeto "Empreende +". Estas acções tiveram como público alvo todos os estudantes finalistas (12ª classe) do distrito de Cuamba, abrangendo mais de 1000 alunos.
Há quem veja as sextas-feiras 13 como dias de azar. No Bairro da Graça, a passada sexta-feira não foi um desses dias: afinal de contas foi lançada a primeira pedra do novo Espaço Criança!
O Grupo de Mulheres de Porto Alegre “Trabá só cá dá tê” esteve presente no 1º Congresso Nacional da Mulher Santomense, através da participação de 4 representantes do grupo. Ina, Milú, Sevê e Siley assistiram aos trabalhos do congresso como convidadas da Câmara Distrital de Cauê, fazendo parte de um grupo de 6 mulheres convidadas de Porto Alegre.
Foi com grande alegria e satisfação que os 8 alunos que concluíram com sucesso mais uma formação de informática no Centro de Recursos Educativos e Formativos (CREF) de Porto Alegre receberam os seus respetivos certificados de conclusão, numa cerimónia decorrida na Escola Básica de Porto Alegre no passado dia 16 de setembro.
A campanha de crowdfunding Ponto a Ponto, promovida pelos Leigos para o Desenvolvimento com o objetivo de apoiar o início de um negócio social de costura nas comunidades da roça de Porto Alegre, no sul da ilha de São Tomé e Príncipe, começa a dar os seus frutos, com o início das atividades do grupo. Este grupo conta, para já, com 3 elementos, 2 do sexo masculino e 1 feminino, todos habitantes na comunidade de Vila Malanza.
No passado dia 16 de setembro deu-se mais um passo no Plano de Desenvolvimento Multidimensional (PDM) do Grupo de Mulheres Trabá só cá dá tê ("Só quem trabalha tem", em forro são tomense). Catorze mulheres do grupo participaram numa visita de intercâmbio à roça Vista Alegre para partilha de experiências com a Associação de Mulheres desta roça.
A cidade de Benguela recebeu a visita do prestigiado chef português Henrique Sá Pessoa para a promoção de uma reflexão para uma alimentação mais justa e sustentável, fazendo-nos tomar consciência da viagem que percorrem os alimentos que ingerimos, desde a terra, do mar ou do ar, até ao nosso prato, em Angola ou Portugal.