Pontos TAP

Campanhas

Voluntariado Internacional

Voluntariado Internacional

Frontpage Slideshow | Copyright © 2006-2011 JoomlaWorks Ltd.

Testemunhos

Marisa Varela
Parece que foi ontem que estava eu no aeroporto de Lisboa a despedir-me da minha mãe e de três amigas. Parece que foi ontem que aterrei em São Tomé e conheci a Baía Ana Chaves. Parece que foi ontem que assisti às despedidas dos que regressavam a Portugal. Um ano se passou, e agora sou toda eu essa despedida.
Patrícia Alegria
A minha expectativa de quando cheguei a Cuamba era que o projeto das Escolinhas Comunitárias do Niassa (ECN) estaria a funcionar muito autonomamente. No entanto, apercebi-me rapidamente que não.
Mariana Pimenta
Vim para Benguela, para o bairro da Graça, com uma missão muito concreta: aumentar o número de mulheres a beneficiar do projeto “Epongoloko Lyukãy”.
Lília Mendes
História do tempo, de outro e deste tempo...Houve um tempo em que fui pequenina, adormecia e desejava que o meu sono levasse a noite e a manhã logo chegasse. Corria feliz, porque das janelas chegava a luz e a rua esperava por mim. O sol, esse grande e caloroso amigo, abraçava-me e eu retribuía em mil danças e brincadeiras! Agora já não sou mais menina, fiquei grande, tão grande que achei que agora tinha dever de ser sol.
André Monho
Quando vim para Moçambique, em dezembro passado, sabia que por um lado viria dar continuidade à parceria entre os Leigos para o Desenvolvimento e a UCM-FAGRI e por outro lado viria ajudar na dinamização da Pastoral Universitária (PU) desta faculdade. É sobre esta pastoral que hoje vos escrevo.
Marta Barreiras
Lembro-me do dia em que cheguei a São Tomé. Do calor que senti quando me aproximei da porta para sair do avião, do coração apertado pelos que ficaram à minha espera, de ter sido recebida com a dança do quadradinho (dança criada durante a formação por alguns formandos) e da felicidade por estar a realizar o meu sonho de criança.
Cláudia Fernandes
Dez meses já passaram e dois meses faltam passar. À medida que escrevo esta frase, sinto um arrepio a invadir o meu corpo. Até agora a saudade era apenas por aqueles que deixei, mas neste momento divide-se por aqueles que ficam. À medida que o tempo vai passando, realizo a perda, sem ainda a ter perdido e interrogo-me que sentimento é este.
Carina Amorim
Hoje vou falar-vos de quem vos falei pela primeira vez. Daquele grupo de pessoas que decidiu arriscar e apostar em algo que prometia melhorar de alguma forma as suas vidas. Naquele dia saíram de casa rumo ao desconhecido, ao encontro de uma “branca” que naquela altura pouco conhecia de São Tomé, mas que se disponibilizava a estar com eles. O que teria eu para lhes dar?

Notícias

O Grupo Comunitário da Graça acolheu uma formação especial, dada por uma pessoa igualmente especial! Mas melhor que nós podem contar-vos eles próprios:
O Espaço Criança, projeto que acontece em Benguela, Angola, continua a ter muitas novidades para dar! Aqui damos conta de algumas!
No passado mês de agosto, o GAIVA promoveu uma formação em “Multimédia” no Centro Juvenil da Graça. Os formandos manifestaram as expectativas de “aprender e saber mais” e de “aprender a editar vídeos e sons”.
Demos por concluído o processo de recrutamento para a vaga de Técnico(a) de Desenvolvimento Comunitário, para a nossa delegação de Cuamba, Moçambique.
No passado dia 4 de setembro tivemos a honra e a alegria de sermos visitados pela Dr.ª Teresa Ribeiro, Secretária de Estado dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação, em S. Tomé e Príncipe nos projetos que atualmente acompanhamos na roça de Porto Alegre, a sul dos país.
TÉCNICO DE DESENVOLVIMENTO COMUNITÁRIO CUAMBA – MOÇAMBIQUE TERMOS DE REFERÊNCIA
A Pastoral Universitária (PU) da UCM-FAGRI* organizou este sábado, dia 13 de Agosto um retiro no monte Mpacura, em Cuamba (Niassa, Moçambique). O retiro teve início às 7h com uma caminhada até ao local do retiro.
O Grupo Comunitário de Porto Alegre (S. Tomé e Príncipe) está de parabéns, pois já conta com 100 reuniões de trabalho! Este facto foi celebrado no passado dia 7 de Julho com uma reunião cuja ordem de trabalhos era: almoço!
Realizou-se no dia 23 de Julho, no Campo do Cascado Lopes, situado no Bairro da Boa Morte, na cidade de São Tomé, um Torneio de Futebol Infantil, para jogadores entre os 10 e os 14 anos de idade, no qual participaram 4 equipas constituídas por instituições com representação no Grupo Comunitário da Boa Morte: Escola de Futebol da Boa Morte, que venceu o torneio, Escola Básica da Boa Morte, finalista vencido, ARCAR - Associação para a Reinserção de Crianças Abandonadas e em situação de Risco, e a Equipa do Bairro da Boa Morte, ambos em 3º lugar.